segunda-feira, 16 de junho de 2014

Ricky Martin canta à um amor masculino ao mudar a letra de "She's all I ever had" no Marrocos

Olá pessoal! Ricky Martin cantou um amor masculino ao mudar a letra de  "She's all I ever had" no Festival Mawazine no Marrocos. Entenda o que houve lendo a tradução da matéria da Agência EFE.

Ricky Martin canta à um amor masculino 

Rabat - O cantor porto-riquenho Ricky Martin cantou à um amor masculino em seu último concerto em Rabat, capital do Marrocos,  no Festival Mawazine e mudou os  pronomes de sua famosa canção "She's all I ever had", e substituiu várias vezes o original "She" por "He" ( "ele" em vez de "ela").

Ricky Martin, que cantou para dezenas de milhares de rabatíes em 6 de junho, foi um dos destaques do Festival Mawazine  o mais importante em um país onde a prática da homossexualidade é punida com prisão.

O cantor não desconhecia esse detalhe, nem a polêmica despertada em 2010 pela participação de Elton John, quando o partido islâmico Justiça e Desenvolvimento (PJD), agora no governo, tentou vetar participação de Elton John por sua aberta homossexualidade.

A presença de Ricky Martin em Rabat foi menos polêmica, e ninguém queria trazer o assunto de sua sexualidade até depois do show, quando começaram a circular na web alguns vídeos em que um grupo de espectadores de Rabat estavam agitando a bandeira do arco-íris do Orgulho Gay para o cantor no show. Eles disseram que o artista tinha cantado para esse pequeno grupo de gays e e que Ricky comenta " qué bonita bandera", mas tudo isto tem que ser provado.

O que não precisa ser provado, como você pode ver no vídeo é que Ricky Martin mudou uma de suas músicas para cantar a um amor masculino. A canção "Shes all I ever had"  estava sendo cantando de forma normal, sendo uma mulher o objeto de devoção do artista, quando, de repente, e quase sem perceber, Ricky Martin mudou os pronomes e cantou: "Ele é meu amante, meu amigo, quando eu olho em seus olhos, é a maneira que ainda sinto aqui dentro, como o homem que eu quero ser, ele é tudo que eu preciso." ("He's my lover, he's my friend and when I look into his eyes, It's the way I feel inside, Like the man I want to be, He's all I ever need")

Então ele retornou para o pronome feminino e ninguém parecia notar nada de anormal, talvez pelo ruído, ou talvez porque no Marrocos o Inglês é uma língua desconhecida para a maioria das pessoas.

A prática da homossexualidade é punida no Marrocos, com penas de até três anos de prisão, além de uma desaprovação social, é impensável que alguém iria declarar abertamente que ele é homossexual.

Veja o video:

video



Fonte: Agencia EFE
Texto: Claudia Salgado