sábado, 9 de março de 2013

Ricky Martin está considerando ficar mais tempo em Sydney


Em sua primeira entrevista desde que começou a filmar a segunda temporada da série do Canal 9, na realidade um "blockbuster", Ricky Martin revelou que ele escolheu participar do show para "se concentrar de volta ao começo", mas foi enviado de volta a uma emocionante viagem de "cura", de volta para o início da sua carreira e da vida de um cantor criança determinado, mas às vezes isolado.

A estrela vencedora do Grammy, que começou na boy band latina, Menudo, admitiu sentir-se nervoso sobre a substituir Urban (ex-técnico do The Voice Austrália) e "a grande responsabilidade de cuidar desses belos, talentosos artistas" que ele tem, até agora ajudado a descobrir no show.

"Keith é surpreendente e tão legal, mas mais uma vez eu só tenho que ser eu e não tentar imitar ninguém. Estou literalmente abordando esta melodia ao mesmo tempo", disse Martin.

"(Os participantes) permitiram-me voltar no tempo por um minuto, para o início de meus dias de música e experimentar os sentimentos de incerteza, de pressão e da necessidade de ser amado e a importância de como era sentir medo, ser inseguro de si mesmo. Comecei quando tinha 12 anos e voltar para quando as coisas eram simples, de estar em contato com essa criança de novo, foi bonito e saudável. Então eu estou recebendo muito de volta ", Martin disse.

Mas foi a facilidade com que seus filhos gêmeos, Matteo e Valentino têm levado a vida "Aussie" (australiana) que trouxe a maior alegria para Martin e faz com que ele considere ficar por mais tempo.

"Obviamente, agora com a minha carreira, eu tomo minhas decisões em torno do bem-estar dos meus filhos ... e (Sydney) é perfeito. Está fluindo muito bem, eles estão amando cada minuto disso. Eles têm uma vida aqui, sem mim. Eles dizer "Pai, hoje nós estamos indo para o zoológico, pode ser que amanhã iremos para o aquário, então poderíamos ir para a praia, mas não agora, porque hoje já temos planos", ele disse, rindo.

Perguntado se ele estava pensando em ficar aqui por mais tempo, ele disse: "Não me pressione, porque eu estou há um quarteirão de distância. Eu estou literalmente na estrada e há uma quadra de distância. Eu só tenho que fazer uma curva à direita e eu estou lá... pronto para tomar essa decisão. Vocês foram tão acolhedores e me sinto totalmente à vontade aqui. "

A paternidade claramente transformou o cantor, que admitiu que ele ainda não terminou ter mais bebês.

"Pode parecer piegas e repetitivo, mas esse amor incondicional, quando você pode sangrar por alguém e não ter medo do sangramento, que é o que você tem com as crianças. E eu estou apenas começando, quero mais. Acho que até o final do ano, eu possa começar a chamar a cegonha ... preparar-me para uma menina", ele sugeriu.

Martin escolheu trazer seus filhos e um tutor de sua escola francesa de Nova York com ele nesta viagem, depois de suportar a dor de sua primeira separação longe deles durante as filmagens dos "blind auditions" (testes cegos) no mês passado.

"Foi a mais longa separação (15 dias), eu nunca fui mais de 24 horas sem eles ... mas era muito longo e muito doloroso. (Desta vez) tem sido muito especial, muito mágico. Eu não vou fazer muitas perguntas, estou apenas permitindo que desta vez a sorte de acontecer, para pegar a onda e surfar ".

O ativista de direitos humanos, que lidera uma campanha global de conscientização sobre tráfico de crianças e questões de igualdade, diz que também vai usar a plataforma do "The Voice" para promover suas causas.

Oferecendo "bravo" ao discurso de Julia Gillard sobre tráfico de seres humanos na sexta-feira, ele disse: "Eu preciso ler mais sobre o que está acontecendo aqui, mas se não houvr injustiça eu não vou manter minha boca fechada."

O The Voice Austrália retorna ao canal 9 depois da Páscoa.

Reportagem de: Holly Byrnes / Herald Sun
Matéria indicada por: Bruno Del Granado
Tradução: Cláudia Salgado