sexta-feira, 29 de março de 2013

Ricky Martin 3 anos de liberdade e paz

+Ricky Martin  Hoje completam-se 3 anos de liberdade e paz! Que Deus continue abençoando você e sua linda família.
E esperamos que um dia, todos os seres humanos, independentes de serem gays, lésbicas, transgêneros, possam ser felizes e ter uma família linda como a sua e ser respeitados sempre. #PazeAmor #Igualdade
 



Leia, abaixo, o texto completo assinado por Ricky Martin.

"Nos últimos meses me dei a tarefa de escrever minhas memórias. Um projeto que sabia que seria verdadeiramente importante porque desde que escrevi a primeira frase me dei conta que isso me ajudaria a me libertar de coisas que vinha carregando há muito tempo. Coisas que pesavam demais. Escrevendo esse minucioso inventário da minha vida, me aproximei da minha verdade. E isso é para ser celebrado.

Se existe um lugar que me satisfaz porque estremece minhas emoções, é o palco, é o meu vício. A música, o espetáculo, o aplauso, estar frente a um público me faz sentir que sou capaz de qualquer coisa. É um tipo de adrenalina e euforia que não quero que deixe de correr por minhas veias jamais. Se vocês, o público, me permitem, espero seguir nos palcos por muitos anos. Mas hoje a serenidade me leva a um lugar especial, de reflexão, compreensão e muita iluminação. Me sinto livre! E quero compartilhar isso!

Muita gente me disse que não era importante fazer isso, que não valia a pena, que tudo o que trabalhei e tudo o que havia conquistado entraria em colapso. Que muitos nesse mundo não estariam preparados para aceitar a minha verdade, a minha natureza. E como esses conselhos vinham de pessoas que amo loucamente, decidi ir adiante com minha quase verdade. Foi péssimo. Me deixar seduzir pelo medo foi uma verdadeira sabotagem à minha vida. Hoje me responsabilizo por completo por todas as minhas decisões e todas as minhas ações.

E se me perguntam no dia de hoje: Ricky, o que você teme? Eu responderia: o sangue que corre pelas ruas dos países em guerra, a escravidão sexual infantil, o terrorismo, o cinismo, alguns homens que estão no poder, o rapto da fé. Mas medo de minha natureza, da minha verdade? Não mais! Ao contrário, elas me dão valor e firmeza. Justamente o que preciso para mim e para os meus, ainda mais agora que sou pai de duas criaturas que são seres de luz. Tenho de estar à altura deles. Seguir vivendo como fiz até hoje seria apagar indiretamente esse brilho com o qual meus filhos nasceram. Basta! As coisas precisam mudar! Estou certo que não imaginava que isso se passaria há cinco anos, nem há dez anos. Hoje é meu dia, este é meu tempo, meu momento.

O que vai acontecer de agora em diante? Quem sabe? Só posso me focar no que estou vivendo agora. Esses anos de silêncio e reflexão me fortaleceram e me fizeram lembrar que o amor vive dentro de mim, que a aceitação se encontra no meu interior, e que só a verdade traz calma. Hoje, para mim, o significado da felicidade toma outra dimensão.

Foi um processo muito intenso, angustiante e doloroso, mas também libertador. Juro que cada palavra que estão lendo aqui é fruto de amor, purificação, aceitação e desprendimento. Que escrever essas linhas me faz me aproximar da minha paz interna, parte vital da minha evolução. Hoje aceito a minha homossexualidade como um presente que a vida me dá. Me sinto orgulhoso de ser quem eu sou!"